Cuidados com a Lavagem

 

As roupas que gostamos são únicas e sempre ocupam lugares especiais em nossos guarda-roupas. Mas, será que estamos dedicando cuidados também “especiais” à estas peças? Aquela peça que te faz sentir bem e que transmite a sua personalidade pode estar se desgastando muito mais rápido do que deveria. Às vezes, o dia a dia impede que tenhamos tempo de realizar todas as tarefas necessárias, exigindo que deixemos de lado algumas práticas. Por isso, separamos algumas dicas muito simples para reduzir o desgaste das roupas e melhorar os cuidados com a roupa, que além de rápidas e fáceis de fazer, te ajudam a manter o seu armário completo.

SEPARE AS ROUPAS NA MÁQUINA

A separação das roupas é o ponto básico. As peças tanto podem, como devem ser separadas por tecidos semelhantes antes de irem para a máquina. O que é muito importante: cuidado com as roupas com zíper. Evite ao máximo lavar camisas de tecido mais delicado e calças jeans juntas, pois os zíperes abertos podem prender nas outras roupas, dificultando a remoção e, na pior das hipóteses, até rasgando. Se não houver alternativa e você tiver que lavar as peças juntas, não se esqueça de fechar o zíper. E, claro, é imprescindível não se esquecer de lavar roupas escuras separadamente. Assim, aquela camisa polo branca que você tanto gosta ainda vai poder ser usada durante muito tempo!

Dica Importante: Quando for lavar camisetas com estampa, vire-as do avesso. Fazendo isso, o material têm as cores e as texturas preservadas.
Dica Importante: As roupas jamais devem ser lavadas junto com peças de uso doméstico, por poderem sujar com os resíduos de comidas e gordura.

A ÁGUA FRIA É UMA GRANDE ALIADA PARA REDUZIR O DESGASTE DAS ROUPAS

Agora estamos falando de uma grande aliada quando o assunto é durabilidade. A água fria preserva não só as fibras, como também a cor dos tecidos. A impressão que as pessoas têm é de que a água quente pode ser mais eficaz para retirar manchas, o que na verdade, nem sempre é real. Em alguns casos, se a água quente for adicionada à roupa na primeira lavagem, as manchas podem ficar mais fortes e, até mesmo, permanentes. Por isso, mesmo que você tenha a intenção de utilizar a água quente para retirar as manchas, faça a pré-lavagem de todas as peças com água fria. Para conservar roupas masculinas, como camisas de algodão, é bastante importante que a água seja fria ou morna, evitando não só a degradação da fibra e o desgaste da cor, mas também o encolhimento!

Dica Importante: Utilize também a etiqueta para ter instruções de como lavar, passar e secar.

Apesar de ser uma ótima alternativa para tirar manchas, o alvejante pode acabar tendo o efeito contrário se mal utilizado. Por isso, muita atenção antes de aplicar esta maravilha nas peças! Podemos dizer o mesmo para o sabão em pó e para o amaciante, que em excesso, podem diminuir o brilho e a durabilidade dos tecidos. Os alvejantes podem ser de diferentes composições, utilizações e você pode encontrá-los tanto em pó como em líquido. A água sanitária, por exemplo, pode ser considerado um tipo de alvejante, uma vez que auxilia no branqueamento das peças. Pode ser utilizada para tirar manchas de roupas brancas, mas jamais deve ser aplicado em roupas coloridas, sob o risco de manchar definitivamente a peça. Já o alvejante em pó sem cloro, pode ser utilizado em tecidos coloridos, pois é mais leve e não mancha. O alvejante líquido sem cloro é ideal para tirar manchas leves, como batom e café. Por já vir diluído, tem um poder de branqueamento mais reduzido, se comparado com o pó. Ah, é muito importante não se esquecer de misturar qualquer tipo de alvejante com água, deixando a mistura agir na peça por uns minutos, posteriormente.

CUIDADO COM A FREQUÊNCIA DE LAVAGEM E REUTILIZAÇÃO

O que não pode acontecer é lavar excessivamente as peças, para que estejam “impecáveis” toda vez que você usar.
Tenha em mente que, quanto mais você lava suas peças, mais desgastadas as fibras vão se tornando. O ideal é alternar bem o uso das roupas, por que fazendo isso, você reduz não só a necessidade de lavar as peças com muita frequência, mas também a possibilidade de odores impregnarem de maneira permanente. Sim, isso pode realmente acontecer. Alguns tecidos podem reter o odor e nunca mais perder. Portanto, alterne o uso das suas camisetas, nunca reutilizando repetidas vezes sem lavar ou lavando com muita frequência.